A imagem que nos acompanhará, no IX Congresso Brasileiro de Hispanistas, é um fragmento de ñandutí. Este belo bordado, tecido por mãos femininas, em guarani  significa “tela de araña”. A sua beleza e delicadeza nos inspiram a pensar em um encontro que possibilite a criação ou o fortalecimento das redes que nos ligam neste grande emaranhado do hispanismo brasileiro. Como afirma a escritora e artista Josefina Plá, el ñandutí é uma geografia-labirinto.  Pretendemos que o IX Congresso Brasileiro de Hispanistas amplie nosso conhecimento geográfico-cultural, promovendo novas tessituras de paisagens, línguas, culturas, saberes e afetos.

El próximo congreso de Hispanistas será en Foz de Iguazú, organizado por la UNILA-Unioeste, los días 22, 23, 24 y 25 de agosto de 2016.

NOVIDADES

O livro Poéticas da Guerra Civil Espanhola, na versão em e-book e organizado pela Dra. Magnólia Brasil Barbosa do Nascimento , já está publicado. Os artigos ali reunidos originam-se de reflexões, debates e discussões ocorridos durante os cursos de Literatura Espanhola do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura da UFF, com foco na produção literária que tem a Guerra Civil Espanhola como referência.

Pode ser encontrado nos sites:

http://www.oficinadaleitura.com.br/downloads.php

http://www.oficinadaleitura.com.br/resources/Po%C3%A9ticas%20da%20Guerra%20Civil%20Espanhola.pdf

Anais do CBH 2014: 

Estudos da literatura e cultura: https://drive.google.com/file/d/0B_fPPa-m93xDcE5nYTNYQ3pWZzg/view?usp=sharing

Ensino de línguas e estudos da linguagem: https://drive.google.com/file/d/0B_fPPa-m93xDUGJLR1hNX2dTR00/view?usp=sharing

[/vc_column_inner][/vc_row_inner]

MANIFESTO PÚBLICO

Nós, professores e pesquisadores, membros da Associação Brasileira de Hispanistas, reunidos em Assembleia no dia 25 de agosto de 2016 por ocasião do IX Congresso da referida Associação, realizado nas Universidades Federal da Integração Latino-americana e Unioeste, em Foz do Iguaçu, nos manifestamos publicamente sobre as medidas que vêm sendo adotadas recentemente pelo Governo interino e que colocam em risco as conquistas alcançadas no âmbito das Universidades públicas nacionais.

Leia o documento completo: manifesto público 

CONVOCATÓRIA
A assembleia de sócios terá lugar no dia 25 de agosto, às 18h, com a seguinte pauta:
1. Balanço da gestão; 2. Informes e 3. Eleição da nova gestão.

Recordamos que, segundo o regimento da ABH, as chapas deverão inscrever-se até 24 h antes da Assembleia.

A Diretiva.

[/vc_column_text]

NOTA
A Diretoria da Associação Brasileira de Hispanistas  vem a público para informar que uma das fundadoras da ABH acaba de obter mais um reconhecimento internacional. Em junho de 2016 foi nomeada MIEMBRO CORRESPONDIENTE EXTRANJERO DE LA REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Quem senão a professora titular do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo: MARIA AUGUSTA DA COSTA VIEIRA. Pesquisadora do CNPq e coordenadora do Grupo de Pesquisa CERVANTES: poética, retórica e formas discursivas na Espanha dos séculos XVI e XVII. Orientadora de estudantes de Doutorado, Mestrado e graduação, a colega Maria Augusta possui inúmeras publicações sobre o tema a que se dedica, dentre eles: A narrativa engenhosa de Miguel de Cervantes: estudos cervantinos e recepção do Quixote no Brasil (Edusp/Fapesp), Premio Jabuti 2013, categoria Teoria e Crítica Literária. O dito pelo não dito: paradoxos de dom Quixote (Edusp/Fapesp). Dom Quixote: a letra e os caminhos (2006, finalista do Premio Jabuti) e a organização do Simpósio Internacional sobre a obra de Cervantes (2005). Parabéns, Maria Augusta por sua trajetória que faz jus  a  mais esse reconhecimento internacional.

Link da notícia: http://www.rae.es/noticias/la-rae-elige-cuarenta-y-dos-academicos-correspondientes-extranjeros

NOTA
EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DO ESTADO DE DIREITO NO BRASIL
A Diretoria da ABH – Associação Brasileira de Hispanistas vem a público para manifestar sua profunda preocupação com acontecimentos recentes que ameaçam a democracia no Brasil. Sob as bandeiras do necessário combate à corrupção, setores da grande mídia e do judiciário, bem como do legislativo, quase todos eles já mencionados e alguns, inclusive, réus em notórios casos de corrupção, realizam uma espetacularização seletiva, direcionada contra um único setor, e poupando sistematicamente outros. Desse modo, tentam forçar uma quebra da ordem institucional. Chegou-se ao extremo de divulgar conversas privadas de pessoas contra as quais não existe prova alguma. Para ganhar apoio da população na empreitada, é atiçado o ódio contra tudo aquilo que se imagina como relacionado a um partido, a obras de governo ou a uma época, incitando, de fato, a violência contra direitos e contra setores da população, como já estamos vendo nas ruas do Brasil.

A ABH preza valores democráticos e é favorável à investigação da corrupção de todos os setores, sem seletividade nem prioridades, e realiza um apelo pela defesa do estado de direito e da cidadania.

Diana Araujo Pereira 
Presidente

Jorgelina Ivana Tallei 
Vice-presidente

Alai Garcia Diniz 
1º. secretária

Flavio Pereira 
1º. tesoureiro

Giane Lessa 
2ª. tesoureira

[/vc_column_text]

DESTAQUES

Jornadas Regionais ABH, UEPG 2015


Primeira Circular do IX Congresso Brasileiro de Hispanistas.


Jornada Regional da ABH 2015
– Ponta Grossa / PR

Baixe o livro “Hispanismo à Brasileira (Homenagem a Mário Miguel González)“, organizado por Magnólia B.B do Nascimento e Antonio R. Esteves.

Publicado o número 5 da revista Abehache, com dossiê em homenagem a Mario González